Meu Perfil

BRASIL , Mulher , de 26 a 35 anos , Portuguese , Spanish , Arte e cultura , Música
Outro -

Links

:: Diego Fernandes
:: Celso
:: Fer
:: Maninho
:: Inst. Juventude pela Vida

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

Arquivo do Blog

01/06/2007 a 30/06/2007 01/05/2007 a 31/05/2007 01/04/2007 a 30/04/2007 01/03/2007 a 31/03/2007 01/02/2007 a 28/02/2007 01/01/2007 a 31/01/2007 01/12/2006 a 31/12/2006 01/11/2006 a 30/11/2006 01/10/2006 a 31/10/2006 01/09/2006 a 30/09/2006 01/08/2006 a 31/08/2006 01/07/2006 a 31/07/2006 01/06/2006 a 30/06/2006 01/05/2006 a 31/05/2006 01/04/2006 a 30/04/2006 01/03/2006 a 31/03/2006

Visitas

Créditos

Inverno

 

Depois do post de ontem, comentei com uma grande amiga, que achava que tinha batido a cabeça, mas é que de vez em quando os conflitos interiores mexem um pouco comigo...porém fiquem tranqüilos, minha essência por natureza é outra.

 

Bom, me pus a pensar então, depois de um dia cansativo e, diga-se de passagem, exaustivo, sobre o dia 21 de junho, onde entramos em uma nova estação – Inverno - que segundo a meteorologia, a nova estação chegou as 9h27 min....e segundo os estudiosos são dias com variações, entre dias claros em outros nublados, algumas ondas intensas de frio, intercalando com temperaturas mais elevadas, não sendo somente o constante frio.

Acho que também minha vida esta nesta estação, por isso já estou ansiosa para a chegada da primavera, no tempo e na vida.

Acredito que este inverno será tempo de recolhimento, observância de seus encantos silenciosos, sem muita cor, sem muita flor – mas que existem, mesmo que estes se apresentem com dimensões e formas diferentes.

Algumas razões que fazem desta estação um pouco mais animadora é pensar, nos casacos quentinhos, no filme nos fins de semana (sem nenhum desejo a não ser o de estar debaixo do cobertor), e o chocolate quente com gosto de muita saudade.

Em diferentes situações na vida também é assim, existe encanto nas passagens...o que é antigo, tem sempre o desejo da novidade...a vida precisa seguir, assim como os dias, assim como as estações.

 

O inverno pra mim começa com esta frase:

 Não há tristeza que mereça ser eterna e nem felicidade. Talvez seja por isso que o verbo dividir nos ajude tanto no momento em que precisamos entender o sentido da tristeza e da alegria. Eles só são suportáveis à medida que os dividimos.”

(Pe.Fábio)

 

 

E acredito que tudo passa, assim como o inverno que é passagem....mas é necessário estar atento porque  mesmo nas passagens existem tesouros, encantos, preciosidades, por vezes simples e quase que imperceptíveis pela sua delicadeza, pequenez...mas elas existem, são reais. 

 

Quero ter sempre a mesma coragem de continuar vivendo as passagens, seguindo e recolhendo sempre.

:: Postado por flor de lis às 08h32
::
:: Enviar esta mensagem

Tempos Modernos

 

Amigos blogueiros...

Este texto que posto neste dia foi uma preciosidade encontrada.Relata o que em muitos dias, nós mulheres sempre nos perguntamos e mais que isso desejamos.

A todas as mulheres “modernas” sucesso e espero que se identifiquem, assim como a lutadora mulher moderna que aqui as dedica este texto.

 

Desabafo de uma Mulher Moderna

 

 

São 6 horas.O despertador canta de galo e eu não tenho forças nem para atirá-lo contra a parede. Estou tão acabada, não queria ter que trabalhar hoje. Quero ficar em casa, cozinhando, ouvindo música, cantarolando, até!

Se tivesse filhos, gastaria a manhã brincando com eles.

Se tivesse cachorro, passeando pelas redondezas.

Aquário? Olhando os peixinhos nadarem.

Espaço? Fazendo alongamento.

Leite condensado? Brigadeiro.

Tudo menos sair da cama, engatar uma primeira e colocar o cérebro pra funcionar. Gostaria de saber quem foi a “mentecapta”, a matriz das feministas que teve a infeliz idéia de reivindicar direitos da mulher e porque ela fez isso conosco, que nascemos depois dela.

Estava tudo tão bom no tempo das nossas avós, quando elas passavam o dia a bordar, a trocar receitas com as amigas, ensinando-se mutuamente segredos de molhos e temperos, de remédios caseiros, lendo bons livros das bibliotecas dos maridos, decorando a casa, podando árvores, plantando flores, colhendo legumes das hortas, educando crianças, freqüentando saraus. A vida era um grande curso de artesanato, medicina alternativa e culinária...

Aí vem uma fulaninha qualquer que não gostava de sutiã, tampouco de espartilho, e contamina várias outras rebeldes inconseqüentes com idéias mirabolantes sobre "vamos conquistar o nosso espaço". QUE ESPAÇO, MINHA FILHA?

Você já tinha a casa inteira, o bairro todo, o mundo aos seus pés.

Detinha o domínio completo sobre os homens, eles dependiam de você para comer, vestir e se exibir para os amigos... Que raio de direitos queriam mais?

Agora eles estão aí todos confusos, não sabem mais que papéis desempenhar na sociedade, fugindo de nós como o diabo da cruz! Essa brincadeira de vocês acabou é nos enchendo de deveres, isso sim!

e ainda não acabou...

 

:: Postado por flor de lis às 13h25
::
:: Enviar esta mensagem

(...) a história continua

 

E, PIOR, nos largando no calabouço da solteirice aguda. Antigamente, os casamentos duravam para sempre. Por que, me digam por que, a mulher, que tinha tudo do bom e do melhor, que só precisava ser frágil, foi se meter a competir com o macharedo?

 

Olha o tamanho do bíceps deles, e olha o tamanho do nosso... Tava na cara que isso não ia dar certo. Não agüento mais ser obrigada ao ritual diário de fazer escova, maquiar, passar hidratantes, escolher que roupa vestir, que sapatos, acessórios, que perfume combina com meu humor, nem de ter que sair correndo, ficar engarrafada, correr risco de ser assaltada, de morrer atropelada, passar o dia ereta na frente do computador, com o telefone no ouvido, resolvendo problemas.

Somos fiscalizadas e cobradas por nós mesmas a estar sempre em forma, sem estrias, depiladas, sorridentes, cheirosas, unhas feitas, sem falar no currículo impecável, recheado de mestrados, doutorados, e especialidades. Viramos "super-mulheres", mas continuamos a ganhar menos do que eles... Não era muito melhor ter ficado fazendo tricô na cadeira de balanço?

 

CHEGA!!!

Eu quero alguém que abra a porta para eu passar, puxe a cadeira para eu sentar, me mande flores com cartões cheios de poesia, faça serenatas na minha janela... Ai, meu Deus, são 7h30, tenho que levantar! E tem mais... que chegue do trabalho, sente no sofá, coloque os pés pra cima e diga "meu bem, me traz uma dose de whisky, por favor?", pois eu descobri que é muito melhor servir.

Ou pensam que eu tô ironizando? Tô falando sério!

Estou abdicando do meu posto de mulher moderna... Troco pelo de Amélia. Alguém mais se habilita? Antes eu sonhava, agora nem durmo mais!

                                                                                           (autora desconhecida)

:: Postado por flor de lis às 13h24
::
:: Enviar esta mensagem

Terras Mineiras

Saída: São Paulo...Destino: Minas Gerais...

Manhã de quinta-feira e viagem tranquila. Poderia descrever uma série de imagens e fatos que pude observar, até pelo fato de estar apreciando solitariamente este momento, mas me recordei de um lugar encantador e mais que descrever utilizar de três imagens.

Ouro Preto...Saudades...Saudades...Saudades!!!Terra linda de histórias e delicada luz.

                                                          Ouro Preto

 

                                                       Casarões -  Ouro Preto

                                                                      Itácolomi - Ouro Preto

:: Postado por flor de lis às 15h20
::
:: Enviar esta mensagem