Meu Perfil

BRASIL , Mulher , de 26 a 35 anos , Portuguese , Spanish , Arte e cultura , Música
Outro -

Links

:: Diego Fernandes
:: Celso
:: Fer
:: Maninho
:: Inst. Juventude pela Vida

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

Arquivo do Blog

01/06/2007 a 30/06/2007 01/05/2007 a 31/05/2007 01/04/2007 a 30/04/2007 01/03/2007 a 31/03/2007 01/02/2007 a 28/02/2007 01/01/2007 a 31/01/2007 01/12/2006 a 31/12/2006 01/11/2006 a 30/11/2006 01/10/2006 a 31/10/2006 01/09/2006 a 30/09/2006 01/08/2006 a 31/08/2006 01/07/2006 a 31/07/2006 01/06/2006 a 30/06/2006 01/05/2006 a 31/05/2006 01/04/2006 a 30/04/2006 01/03/2006 a 31/03/2006

Visitas

Créditos

Palavras de um Futuro Bom

 

Madrugada... leitura...música e esta última sempre inspiradora.

Música...melodia...letras e uma frase: ...”Palavras de um futuro Bom.”

Papel...caneta e algumas palavras.

 

Temos medo de ser quem somos.

Palavras de um futuro bom, por vezes são roubados, não porque queremos, mas por talvez termos crescido demais e perdido com isso o encanto, a paixão, a emoção. Desejamos somente um significado limitado, sem possibilidades de sonhar mais alto.Medo de ouvir as palavras, as nossas próprias palavras, à voz interior que diz o quem somos e o que de verdade gostaríamos de viver.

As crianças não sofrem com isso, porque primeiro não poupam seu Ser, sua imaginação, seus sonhos, seus desejos, suas palavras, não se limitam na definição, mas se entregam ao criativo, ao novo.

 

“Quem cresceu demais perdeu a filosofia, essa capacidade de ver as coisas e as realidades para além daquilo que se mostram. Deixou de ser metafísico, sonhador, e se fixou no aprisionamento das definições claras e sem graça, onde nada tem o direito de ser mais do que aquilo que se mostra”. (1)

 

A limitação aprisiona, encerra e não gera a alegria do novo, das possibilidades que trazemos em nós.

Não me esqueço de que como as palavras, nosso coração deseja significar, e se o significado das coisas e das palavras não podem se limitar, eis aí a revelação: o humano é um descobrir e um revelar-se sempre, sem limites, sempre um universo a ser explorado, conhecido e amado.

 

 

 

 

(1)      Melo, Fábio de

Tempo, Saudades e esquecimentos: o cotidiano como lugar de revelação.3ª Ed,São Paulo: Paulinas, 2003.126p

 

 

 

:: Postado por flor de lis às 13h15
::
:: Enviar esta mensagem

Sexta - Feira

 

Esta última sexta-feira (05/05) foi literalmente pra quebrar a rotina. Apesar do agitado dia 05, onde todo mundo parece estar ligado nos 220, pensando em que conta pagará primeiro e outros detalhes deste dia fatídico, acabei meu dia com uma ressaca musical que estava precisando.Jota Quest, com suas maravilhosas canções, aqueceu a noite fria de São Paulo.

 

Resumo da noite:

 

 

Valeu a pena.Excelente show...

..somente com a intenção de literalmente quebrar a rotina.

 

          Show Jota Quest Tom Brasil (São Paulo)

:: Postado por flor de lis às 20h24
::
:: Enviar esta mensagem